segunda-feira, dezembro 31, 2007

quinta-feira, dezembro 27, 2007

Cinema: semana de 20/12 a 26/12

Esta semana fui ver "O Tesouro: Livro dos Segredos" e "Elas não me Largam".

"O Tesouro: Livro dos Segredos" é uma aventura com Nicolas Cage no papel principal e com Jon Voight, Helen Mirren e Ed Harris em papéis mais secundários.
Quando uma página perdida do diário de John Wilkes Booth reaparece, o trisavô de Ben é subitamente mencionado como um dos principais conspiradores na morte de Abraham Lincoln. Determinado a provar a inocência do seu antepassado, Ben segue uma cadeia internacional de pistas que o levam por uma perseguição desde Paris até Londres, regressando numa última fase à América. Esta viagem conduz Ben e a sua equipa não só por surpreendentes revelações, mas também pelo rasto de um dos mais secretos tesouros do mundo.
Esta foi sem dúvida a grande aventura cinematográfica desta época natalícia. Um argumento muito consistente, um elenco fantástico, comédia no ponto certo e uma realização de bom nível. Tudo neste filme resultou: os enigmas bem construídos, as interpretações dos grandes actores como Helen Mirren ou Ed Harris e mesmo alguns efeitos especiais a complementarem algumas cenas de acção. Este é daqueles casos em que uma sequela é melhor que a original. O primeiro já foi bom, mas este conseguiu ser muito melhor, essencialmente devido ao elenco melhor recheado mas também ao melhor argumento. Para mim, em termos de entretenimento, o melhor filme em exibição neste final de ano.
Classificação: 16

"Elas não me Largam" é uma comédia romântica com Dane Cook e Jessica Alba.
Tudo começou quando Charlie Logan tinha 10 anos e recusou beijar uma rapariga um pouco estranha, que lhe rogou uma praga. 25 anos depois, Charlie (Cook) é um dentista bem sucedido mas ainda amaldiçoado. Enquanto o seu melhor amigo Stu (Fogler), um cirurgião plástico, persegue todas as pacientes que consegue, Charlie parece não encontrar a rapariga certa. Pior do que isso, descobre que todas as suas ex-namoradas encontraram o amor verdadeiro... com o namorado seguinte. Com a sua reputação de amuleto da sorte, as mulheres fazem fila para uma rapidinha. Mas a vida só de sexo sem amor deixaram Charlie mais solitário que nunca... até conhecer Cam (Alba), uma especialista em pinguins.
sua estreia em comédias românticas, Jessica Alba mostra que talvez seja este o seu melhor género. Não exige demasiada representação e mesmo o seu perfil encaixa na perfeição neste tipo de papéis. Sendo assim, pode-se concluir que Jessica Alba cumpriu muito bem o seu papel neste filme. O mesmo se pode dizer de Dane Cook. Em termos de argumento não há nada a dizer. Foi um filme banal. Uma comédia romântica mais "picante" que o normal. Teve momentos hilariantes e outras tantas tentativas falhadas de fazer rir. De qualquer forma, gostei bastante do filme.
Classificação: 15

Esta semana estreiam apenas 2 filmes:
  • "Eu Sou a Lenda", um filme de terror com Will Smith.
  • "Call Girl", um filme português de António-Pedro Vasconcelos com Nicolau Breyner, Soraia Chaves, Ivo Canelas, Joaquim de Almeida, Joaquim Leitão, entre outros.

São dois filmes a ir ver, certamente.

Bom cinema ;)

terça-feira, dezembro 25, 2007

quinta-feira, dezembro 20, 2007

Cinema: semana de 13/12 a 19/12

Esta semana fui ver "Fred Claus - O Irmão do Pai Natal".

"Fred Claus - O Irmão do Pai Natal" é uma comédia de natal com Vince Vaughn, Paul Giamatti, Rachel Weisz, Elizabeth Banks, Kevin Spacey, entre outros.
Fred Claus (Vaughn) passou toda a sua vida na sombra do irmão mais novo. Apesar das suas tentativas, Fred nunca conseguiu estar à altura de Nicholas (Giamatti) - que sempre foi um verdadeiro modelo - e acabou sem dinheiro. Apesar das objecções da mãe, Nicholas aceita ajudar o irmão mas com uma condição: Fred terá de viajar até ao Pólo Norte e ganhar o dinheiro de que precisa a trabalhar na fábrica de brinquedos do Pai Natal. O problema é que Fred não tem propriamente espírito de elfo e poderá pôr em risco o Natal.
Neste filme de natal para toda a família pode-se ver uma história tipicamente natalícia, com umas novidades aqui e ali, mas poucas. Paul Giamatti é, de facto, um grande actor e até no papel de pai natal consegue brilhar. Vince Vaughn cumpre no papel de irmão. De resto, os cenários são os mesmos de muitos outros filmes de natal, o objectivo é quase igual e mesmo o humor usado é parecido. De qualquer forma, é um agradável filme de natal, mas nada mais.
Classificação: 14

Esta semana estreiam 6 filmes:
  • "O Tesouro: Livro dos Segredos" é uma aventura cheia de acção com Nicolas Cage no papel central.
  • "Alvin e os Esquilos" é uma comédia baseada numa série de desenhos-animados da TV.
  • "Censurado" é um filme de guerra dramático de Brian De Palma.
  • Imitação da Vida" é um drama romântico com Lana Turner no principal papel.
  • "Kirikou" é um filme de animação francês.
  • "Floripes" é um drama português.

A grande estreia da semana é o a 2ª aventura de Nicolas Cage à procura de um tesouro. Também tenho curiosidade para ver como fica o Alvin em filme...

Bom cinema ;)

quarta-feira, dezembro 19, 2007

Portugal em 1º

66% dos eleitores e votantes neste blog acham que Portugal vai ficar em 1º lugar no grupo do próximo europeu de futebol. Também partilho dessa opinião.

Agora a votação que proponho é relativamente ao recente Tratado da União Europeia assinado em Lisboa. Achas que o facto desse tratado ter sido assinado em Lisboa foi positivo para o país?

quinta-feira, dezembro 13, 2007

Cinema: semana de 6/12 a 12/12

Esta semana fui ver "Pões em Jogo".

"Peões em Jogo" é um thriller dramático de Robert Redford com Robert Redford, Meryl Streep e Tom Cruise nos principais papéis.
Num gabinete de congresso, o senador Jasper Irving (Tom Cruise) está prestes a fornecer a uma jornalista (Meryl Streep) uma notícia explosiva acerca de uma nova estratégia de guerra. Numa universidade da costa oeste, um professor, Dr. Malley (Robert Redford), outrora idealista, confronta um estudante (Andrew Garfield), privilegiado mas desinteressado, em perigo de nunca atingir o seu potencial. Entretanto, do outro lado do globo, no calor da batalha no Afeganistão, dois antigos estudantes de Dr. Malley, Arian (Derek Luke) e Ernest (Michael Peña), põem a nu os debates e argumentos dos mentores e políticos, numa luta extrema pela sua sobrevivência, o cerne de consequências sobressaltantes, as quais irão reverberar através das vidas de todos.
"E o resto do filme?" Foi a frase mais comum ouvida na sala de cinema. O filme até prometia, quanto mais não seja pelo elenco que tinha. O realizador, embora o conheça bem como actor, desconhecia-o como realizador e, diga-se, fiquei completamente desiludido. Fraquíssima realização por parte de Robert Redford. A falta de realismo em quase todas as cenas foi, por vezes, chocante. Os cenários de guerra, os mais gritantes. O discurso do comandante antes de irem para a guerra foi outro desses casos. Os actores até não estiveram mal, com especial destaque para Robert Redford e Meryl Streep. Tom Cruise teve o habitual, igual a si mesmo. Relativamente ao argumento... Parece que se esqueceram de acabar o filme. Até estava a ser interessante mas depois do início e do desenvolvimento deveria aparecer a conclusão, o que não aconteceu. Durante o filme já pouco se passou. Mas com a conclusão do filme esperava-se a devida compensação por essa falta de "acontecimentos" durante o filme. Mas não. Acharam que o que já se tinha visto até então era suficiente. Parece que o (in)sucesso nas bilheteiras confirmam isso. Em suma, um dos piores filmes americanos do ano.
Classificação: 12

Esta semana estreiam 4 filmes:
  • "A História de uma Abelha", um filme de animação sendo a voz principal, na versão original, Jerry Seinfeld e na versão portuguesa Nuno Markl.
  • "Amor e Outros Desastres", uma comédia romântica com Brittany Murphy no principal papel.
  • "Fred Claus - O Irmão do Pai Natal", uma comédia com Vince Vaughn, Paul Giamatti, Rachel Weisz, Kevin Spacey, entre outros.
  • "O Sonho Comanda a Vida", mais uma comédia romântica com Penélope Cruz, Martin Freeman, Gwyneth Paltrow e Danny DeVito nos papéis principais.

Com o aproximar do natal surgem filmes tipicamente natalícios. De qualquer forma, qualquer um deles parecem-me filmes agradáveis de se ver.

Bom cinema ;)

quinta-feira, dezembro 06, 2007

Cinema: semana de 29/11 a 5/12

Nas últimas semanas, apesar de terem havido bastantes estreias não só em quantidade mas também em qualidade, só fui uma vez por semana ao cinema. Esta semana, para compensar fui ver 5 filmes: "Uma História de Encantar", "Hitman", "Gangster Americano", "Promessas Perigosas" e "A Bússola Dourada".

"Uma História de Encantar" é um filme de fantasia com muito humor e romance.
O clássico conto de fadas da Walt Disney cruza-se com a moderna comédia romântica, passada em Nova Iorque, no seu novo filme "Uma História de Encantar". Este filme segue as hilariantes aventuras de uma princesa “do passado”, Giselle, enquanto é expulsa por uma diabólica rainha da sua mágica terra e transportada para os dias de hoje, até à energética cidade de Nova Iorque. Rapidamente, depois do primeiro impacto, a princesa Giselle começa a alterar a sua opinião sobre a vida e o amor depois de conhecer o charmoso e bonitão advogado.
Esta história de encantar consegue de facto encantar, especialmente os mais novos. Nesse aspecto, o filme está mesmo fantástico. Tem sonhos, fantasias, romances, comédia, tudo em grandes proporções. O problema, para mim, é que foi tudo feito a pensar nos mais novos. Muito raramente lá aparecia uma piada um bocadinho para elaborada mas quase que passa despercebida. No entanto, o argumento está bastante bom. A ligação de algumas cenas a histórias antigas está, de facto, muito bem feita e até houve espaço para uma cena à "King Kong". As interpretações não estão nada de extraordinário mas conseguem todos cumprir. A única que não gostei foi Susan Sarandon que, talvez por se exigir (de)mais, "exagerou" na sua performance de bruxa má. Em suma, um magnífico filme para os mais miúdos e um filme, diga-se, de boa qualidade para os mais crescidos.
Classificação: 15

"Hitman" é um thriller com Timothy Olyphant no principal papel.
O "Atirador", apenas conhecido por Agente 47 (Tim Olyphant), é um assassino geneticamente desenhado que trabalha para uma misteriosa organização chamada "A Agência". Sendo uma máquina de matar impiedosa e o melhor no que faz, 47 tem sido seguido durante anos por um persistente agente da Interpol. A última missão de 47 - o assassinato de um político russo, sedento de poder - lança-o numa conspiração de grandes proporções. A sua missão torna-se ainda mais complicada quando ele é inexplicavelmente atraído para uma bela prostituta, Nika, que se torna um acaso no trabalho e vida bem planeada do agente.
O filme começou bem. Havia uma história que estava a ser contada do início. No entanto, a partir de uma determinada altura começou-se a notar que o filme tinha sido inspirado num jogo de computador. Com adversários vindos do nada, sem razão aparente, e aumento da dificuldade à medida que o tempo avançava. Isso fez com que o filme perdesse um bocado a credibilidade que até aí estava a conseguir tê-la. No entanto, não deixa de ter uma história razoável, embora demasiado simplista. Os actores não estiveram mal, embora o seu desempenho pudesse ser bastante melhor. Portanto, o que se pode dizer é que foi um razoável filme de acção que cumpriu quanto baste o objectivo de entreter.
Classificação: 14

"Gangster Americano" é um thriller com Denzel Washington e Russell Crowe nos papéis principais.
Ninguém costumava reparar em Frank Lucas (Denzel Washington), o discreto motorista de um dos principais chefes do crime organizado em Harlem. Mas quando o seu patrão morre subitamente, Frnak aproveita a abertura na estrutura de poder para construir o seu próprio império e criar a sua versão do Sonho Americano. Através do engenho e de uma ética rigorosa de negócio, ele acaba por controlar o tráfico de droga da cidade, inundando as ruas com um produto mais puro, a um preço melhor. Lucas derruba os principais líderes do crime e torna-se não só num dos maiores corruptores da cidade, mas também parte do círculo de estrelas legítimas. Richie Roberts (Russell Crowe) é um polícia marginalizado, suficientemente próximo das ruas para pressentir uma mudança no controlo da droga no submundo. Roberts acredita que alguém está a suplantar as mais conhecidas famílias da Máfia e começa a suspeitar que um jogador do "black power" vindo do nada domina agora a cena. Tanto Lucas como Roberts partilham um rigoroso código de ética que os afasta dos seus próprios pares, tornando-os figuras solitárias em lados opostos da lei. Os destinos destes dois homens ficarão interligados à medida que se torna eminente um confronto entre os dois do qual apenas um poderá sair vencedor.
O principal que há a destacar neste filme é, sem dúvida alguma, os actores. Denzel Washington e Russell Crowe têm, como já vem sendo habitual, desempenhos excepcionais. São realmente dois dos melhores actores da actualidade. Agora, que dizer relativamente ao resto? Tem um argumento de qualidade inegável, embora pudessem ter entrado mais na vida das personagens. Exceptuando a de Denzel Washington, que está mais bem trabalhada, nenhuma outra personagem se conhece tão bem. Russell Crowe, e o público, mereciam uma personagem mais completa, uma personagem mais construída. Faltou isso e o filme ressentiu-se. Depois, penso que há um claro problema com a montagem. O filme está excessivamente longo. Nota-se que há algo que falha. Ou há cenas no filme que não estão lá a fazer nada ou então há cenas que faltam no filme. O esquecimento da personagem de Cuba Gooding Jr. é um claro exemplo dessa má montagem. De qualquer forma, é um filme de boa qualidade e bem realizado por Ridley Scott que terá certamente algumas (não muitas) nomeações para os óscares. No entanto, o filme podia ter sido bem melhor.
Classificação: 15

"Promessas Perigosas" é um thriller com Viggo Mortensen, Naomi Watts e Vincent Cassel.
O misterioso e carismático Nikolai Luzhin (Viggo Mortensen), nascido na Rússia, é o motorista de uma das mais famosas famílias do crime organizado de Londres, com origem na Europa de Leste. A família pertence à irmandade criminal Vory V Zakone. Chefiada por Semyon (Armin Mueller-Stahl) - cujo charme como proprietário do acolhedor e luxuoso restaurante Trans-Siberian esconde impecavelmente um frio e brutal âmago - a fortuna da família é testada pelo volátil filho de Semyon - Kirill (Vincent Cassel) - que está mais ligado a Nikolai do que ao próprio pai. Mas a existência cuidadosamente mantida de Nikolai é abalada quando se cruza durante a época de Natal com Anna Khitrova (Naomi Watts), uma parteira de um hospital do norte de Londres. Anna está profundamente afectada pela situação desesperada de uma jovem adolescente que morre durante o parto. Anna resolve tentar descobrir a linhagem e os parentes do bebé. O diário pessoal da rapariga também lhe sobrevive; está escrito em russo e Anna procura respostas nele. A mãe de Anna Helen (Sinéad Cusack) não a desencoraja, mas o irascível tio Stepan (Jerzy Skolimowski), natural da Rússia, pede-lhe cautela. E tem razão: ao penetrar nos segredos do diário, Anna acidentalmente desperta a fúria do Vory. Com Semyon e Kirill a cerrar fileiras e Anna a pressionar com as suas perguntas, Nikolai encontra-se inesperadamente dividido na sua lealdade. Em quem pode ou deve confiar? Várias vidas - incluindo a sua - ficam no fio da navalha, numa angustiante cadeia de crimes e enganos que se desenrola através dos mais negros recantos desta família e da própria cidade de Londres.
Estando a realização a cabo de David Cronenberg esperava-se um filme diferente do normal. E assim foi. Sempre com uma forma muito própria de contar a história, Cronenberg manteve o estilo neste filme. Focalização nas relações humanas, ética, honra e uma violência explícita muito própria, já vista (embora em maiores proporções) em "Uma História de Violência". A narrativa pode-se tornar um bocado aborrecida para os menos pacientes pois o filme é todo ele muito parado. Aqui interessa estar atento às personagens e tentar conhecê-los. Os actores assumem, especialmente neste filme, papel essencial. David Cronenberg escolheu actores de nacionalidades distintas, embora no filme fossem quase todos russos. Viggo Mortensen (americano) tem aqui a melhor interpretação da sua carreira. Está fenomenal com o seu Nikolai. Vincent Cassel (francês) tem também uma interpretação fantástica. Naomi Watts (inglesa) passa, infelizmente, completamente despercebida. Muito fraca a sua interpretação devido, essencialmente, à sua personagem que foi completamente deixada ao abandono o que foi uma pena, dada a capacidade de representação da actriz em causa. Armin Mueller-Stahl (alemão) tem, como os dois primeiros, uma grande interpretação. Está perfeito no seu papel de "pai da máfia". Outro aspecto que eu destaco vai para o final. Para mim, um filme deve ter princípio, meio e fim. Este filme não acabou. Será que vai haver sequela? Duvido. Em suma, apesar de ser um filme de inegável qualidade, sem as grandes interpretações por parte dos actores não aconselhava este filme. Embora Naomi Watts esteja longe do seu melhor os outros compensam largamente este elo mais fraco. Para os fãs de David Cronenberg este filme é imperdível. Para os outros, como eu, é um filme que com alguma paciência se vê muito bem, quanto mais não seja para ver o magnífico Nikolai.
Classificação: 15

"A Bússola Dourada" é um fantástico cheio de aventura com Nicole Kidman, Daniel Craig, Eva Green, Ian McShane e a actriz principal Dakota Blue Richards. Fui ver o filme em ante-estreia.
Num fantástico mundo paralelo onde as almas das pessoas se manifestam como pequenos animais, ursos falantes travam batalhas e as crianças desaparecem misteriosamente. No centro da história está uma rapariga de 12 anos, Lyra, que parte numa viagem para encontrar e salvar o seu melhor amigo, Roger, e termina numa extraordinária cruzada para salvar não só o seu próprio mundo, mas também o nosso.
A mesma equipa de produção de "O Senhor dos Anéis" traz-nos esta nova aventura fantástica (o primeiro da trilogia) baseado nos livros de Philip Pullman. Depois de ver o filme, o que nos vem mais há memória é as magnificas imagens que pudemos contemplar ao longo de quase todo o filme. São paisagens fabulosas. Para além disso, os efeitos especiais do filme estão muito bem conseguidos. Os movimentos dos animais, em especial, estão perfeitos. Em termos sonoros o filme também está muito bom. Penso que a história também não está má, embora ache que não foi contada da melhor forma. Não se conhece minimamente a maioria dos personagens e os que se conhece alguma coisa, os principais, deveria-se conhecer muito mais a fundo. Nestes filmes, se isso não acontecer, o filme torna-se demasiado superficial. Outro aspecto negativo parece-me a direcção de actores. Simplesmente não funcionaram. Nicole Kidman não convence ninguém e Eva Green e Daniel Craig apesar de terem papéis muito pequenos, no pouco em que entraram, não me satisfizeram em termos de interpretação. A miúda, Dakota Blue Richard,s ainda foi a melhor. A realização também não me convenceu. De qualquer forma, é um bom filme de fantasia com bastante aventura mas espero que o segundo filme seja bem melhor.
Classificação: 15

Esta semana estreiam 5 filmes:
  • "A Bússola Dourada", um filme de fantasia com Nicole Kidman e Daniel Craig.
  • "Elas Não Me Largam", uma comédia romântica com Dane Cook e Jessica Alba.
  • "Peões em Jogo", um thriller com Robert Redford, Meryl Streep e Tom Cruise.
  • "Corações Solitários", mais um thriller desta vez com John Travolta, Jared Leto, Salma Hayek, entre outros.
  • "12:08 a Este de Bucareste", uma comédia dramática romena.

Uma vez que já vi "A Bússola Dourada" esta semana devo ir ver o filme com a Jessica Alba e o thriller de Robert Redford com Robert Redford e com uma das actrizes mais galardoadas de sempre, Meryl Streep.

Bom cinema ;)

terça-feira, dezembro 04, 2007

Euro 2008

Ditou o sorteio deste último domingo, que Portugal ficou no grupo A juntamente com a Suiça, Turquia e República Checa.

Muitos dizem que Portugal teve sorte com o grupo e que será fácil a qualificação para os quartos-de-final. Outro dizem que essa qualificação não será tão fácil.

O que achas? Em que lugar no grupo ficará Portugal?

Podes responder aqui ao lado no questionário.

quinta-feira, novembro 29, 2007

Cinema: semana de 22/11 a 28/11

Esta semana fui ver "Shoot’Em Up".

"Shoot’Em Up" é um thriller cheio de acção com Clive Owen, Monica Bellucci e Paul Giamatti.
Apanhado no meio dum tiroteio um homem acaba por ajudar uma mulher em trabalho de parto. A tarefa dele é simples, proteger o recém-nascido daqueles que o querem matar.
Muita acção, imensa violência e ao mesmo tempo "exageradamente" cómico, são os ingredientes principais que fazem deste filme um dos melhores do género dos últimos tempos. Actores como Clive Owen e Paul Giamatti nos principais papéis também é outro ingrediente fundamental. Estão como peixe na água nestes personagens; para além de Monica Bellucci. Michael Davis tem pormenores excelentes de realização mas é em pequenos pormenores no argumento que se destaca particularmente. Teve uma imaginação incrível para criar algumas das cenas de acção que têm coisas inimagináveis e extraordinariamente espectaculares em termos cómicos e visuais. Tem o pequeno "senão" do enredo não ser nada de especial. Mas também não era esse o objectivo do filme. Em suma, entretenimento puro de grande qualidade.
Classificação: 16

Esta semana estreiam 6 filmes:
  • "Promessas Perigosas", um thriller dramático de David Cronenberg e com Viggo Mortensen, Naomi Watts e Vincent Cassel.
  • "Uma História de Encantar", um fantástico para toda a família com a participação de Susan Sarandon e Julie Andrews.
  • "Hitman", um thriller de acção de produção americana e francesa.
  • "Paranoid Park", um drama também de produção americana e francesa.
  • "Conversas com o Meu Jardineiro", uma comédia francesa.
  • "Porca Miséria", uma curta-metragem animada portuguesa.

Esta semana destacam-se os 3 primeiros filmes da lista. 3 estilos bem diferentes para todos os gostos.

Bom cinema ;)

quarta-feira, novembro 28, 2007

Humoristas portugueses

A votação que agora proponho consiste em saber quem é o melhor humorista português.
Proponho 9 humoristas para a votação: Aldo Lima, Bruno Nogueira, Francisco Menezes, Herman José, Marco Horácio, Nilton, Nuno Markl, Pedro Tochas e Ricardo Araújo Pereira.

Para ti qual ou quais são os melhores humoristas portugueses?
Se quiseres podes escolher mais que 1.

sábado, novembro 24, 2007

Operação Natal

Ouvi agora na televisão que amanhã começa a operação natal da GNR.
Disseram que eles iam apertar a vigilância nas principais cidades do país e que iam prestar especial atenção ao excesso de velocidade e ao excesso de álcool no sangue.

E que tal se se concentrassem mais nas manobras perigosas, essas sim as principais causadoras dos acidentes...

sexta-feira, novembro 23, 2007

Fuga ao fisco: poderiamos estar a pagar menos 38% de IRS

Se não houvesse fuga ao Fisco nem fraude fiscal, os contribuintes portugueses podiam pagar menos 38% de IRS.
Os cálculos são do ministro de Estado e das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, e foram anunciados no discurso de encerramento da discussão do Orçamento do Estado para 2008, no Parlamento.
A inspecção interna e externa do fisco detectou em 2006 actos de evasão e fraude que deram origem à instauração de dívida fiscal de cerca de 3.300 milhões de euros. "Quer isto dizer que, se não houvesse incumprimento por parte daqueles que se evadem e procuram defraudar o fisco, os contribuintes cumpridores poderiam pagar quase menos 38 por cento de IRS ou menos 25% de IVA", afirmou.
Por isso mesmo, o ministro anunciou que 2008 vai ser "o ano da tolerância zero" no que se refere ao combate à fraude e evasão fiscais. "Se pretendemos, de facto, dar alívio aos contribuintes cumpridores não podemos, de forma alguma, dar qualquer alívio àqueles que se evadem ou recorrem à fraude", disse o ministro.

Concordo plenamente com a tolerãncia zero. A fiscalidade apertada é essencial para ajudar a estabilizar as contas públicas e, consequentemente, criar condições para que a diminuição dos impostos seja possível.

quinta-feira, novembro 22, 2007

Cinema: semana de 15/11 a 21/11

Esta semana fui ver "Beowulf".

"Beowulf" é uma aventura de animação digital de Robert Zemeckis (o criador da trilogia "Regresso ao Futuro") com Anthony Hopkins, John Malkovich, Angelina Jolie, entre outros. Fui ver este filme na versão a 3 dimensões.
No tempo dos heróis, surge o guerreiro mais poderoso de todos eles, Beowulf. Depois de destruir o indomável demónio Grendel, ele atravessa-se no caminho da mãe sedutora da besta, que utilizará todos os meios possíveis para garantir a vingança. A batalha épica que se segue ressoa através dos tempos, imortalizando o nome de Beowulf.
Neste filme com versão 3D, com desenhos animados criados a partir de filmagens prévias com actores reais, destaca-se exactamente as três dimensões. Talvez por ser algo de novo e visualmente espectacular, especialmente no início, o filme em si fica um bocado para segundo plano. De qualquer forma, e após os primeiros minutos, o filme começa a ficar algo interessante embora nunca verdadeiramente cativante. O argumento é realmente fraquito apesar de ter uma realização de alto nível. As interpretações estão bastante boas, apesar das personagens não terem sido muito cuidadas. Não há aquele fascínio com algumas das personagens que devia haver e que (quase) se exigia. De qualquer forma, o filme até foi bastante positivo, especialmente porque visualmente foi de facto muito bom. Se não fosse a 3D não o iria ver.
Classificação: 14

Esta semana estreiam 7 filmes:
  • "Até à Morte", um filme de acção com Jean-Claude Van Damme no principal papel.
  • "O Maravilhoso Mundo dos Brinquedos", uma comédia fantástica com Natalie Portman e Dustin Hoffman.
  • "Shoot 'Em Up", um thriller cheio de acção com Clive Owen, Monica Bellucci e Paul Giamatti.
  • "Hot Fuzz", uma comédia de acção que conta com a participação de Bill Nighy.
  • "Estrela Solitária", um drama de produção americana, francesa e alemã.
  • "Michou em Sarilhos", uma comédia francesa com Gérard Depardieu.
  • "Luzes no Crepúsculo", um drama de produção finlandesa, alemã e francesa.

As estreias que destaco esta semana são, por razões distintas, o filme com o Van Damme e a comédia "O Maravilhoso Mundo dos Brinquedos".

Bom cinema ;)

quinta-feira, novembro 15, 2007

Cinema: semana de 8/11 a 14/11

Esta semana, devido à ausência de filmes interessantes em exibição, não fui ao cinema.
De qualquer forma, aqui estão as estreias para esta semana:
  • "Gangster Americano", um thriller de Ridley Scott com Denzel Washington, Russell Crowe, Cuba Gooding Jr. e Carla Gugino.
  • "Across the Universe", um romance musical que conta com a participação de Bono e Salma Hayek.
  • "Beowulf", uma aventura animada com Anthony Hopkins, John Malkovich, Angelina Jolie, entre outros.
  • "Delírios", uma comédia dramática.
  • "E Não Viveram Felizes Para Sempre", mais uma animação de produção americana mas também alemã.
  • "Control", um drama de produção inglesa, americana, australiana e japonesa.
  • "Nomad", mais um drama mas desta vez vindo directamente do Cazaquistão.

A grande estreia da semana é sem dúvida o filme de Ridley Scott. Promete muito. Vamos lá ver se corresponde às expectativas...

Bom cinema ;)

quarta-feira, novembro 14, 2007

Bruno Nogueira e a homosexualidade

Bruno Nogueira, na sua crónica semanal d' "Os Incorrigíveis", fala com humor de uma tal de Margarida Corvo que sofre de uma certa doença...


segunda-feira, novembro 12, 2007

Nova votação

Ao que parece, a maior parte (75%) dos leitores deste blog consideram que o Benfica não vai passar à fase seguinte da liga dos campeões.
Eu partilho dessa opinião.

Agora proponho uma nova votação relacionada com o meu último "post".
Muita gente acha que não estamos sozinhos neste mundo. Concordas?
Achas que existe outra forma de vida para além da nossa no Universo?

sexta-feira, novembro 09, 2007

Astrónomos norte-americanos descobrem novo planeta

Investigadores do Jet Propulsion Laboratory, em Pasadena, informaram que um quinto planeta foi encontrado a orbitar 55 Cancri, uma estrela situada a 41 anos-luz da Terra, na constelação de Câncer.
Geoff Marcy, astrónomo da Universidade da Califórnia, em Berkeley, disse que a descoberta mostra que outro sistema solar semelhante ao da Terra pode ser encontrado no espaço.
"A importância (do achado) é maravilhosa. Sabemos agora que o nosso sol e a sua família de planetas são comuns", disse.
"A nossa Via Láctea tem milhões de sistemas planetários (...) e suspeitamos fortemente de que alguns desses sistemas escondem planetas como a Terra", complementa Marcy.
O novo planeta tem 45 vezes a massa da Terra e parece ser semelhante a Saturno na sua composição e aparência.
O planeta realiza uma órbita de 260 dias em torno de 55 Cancri e situa-se na «zona habitável» em torno da estrela, onde as temperaturas permitiriam a presença de água em superfícies sólidas.

quinta-feira, novembro 08, 2007

Cinema: semana de 1/11 a 7/11

Esta semana fui ver "Corrupção" e "A Invasão".

"Corrupção" é um thriller com Nicolau Breyner, Margarida Vila-Nova e António Cerdeira nos principais papéis.
Sofia divide o tempo entre dois empregos. De tarde trabalha num supermercado, à noite num bar de alterne frequentado por dirigentes desportivos, autarcas, polícias e juízes. Numa noite, um inspector da Polícia Judiciária faz-lhe uma proposta simples e perigosa: Sofia deve aproximar-se de um poderoso dirigente de um clube, seduzi-lo e conhecer os seus segredos. Sofia aceita o desafio, mas aos poucos começa a pôr em causa o que lhe é dito pelo inspector. Mas o cerco policial ao "Presidente" continua, o que o leva a manter Sofia afastada de qualquer informação comprometedora. Sofia está agora disposta a revelar tudo o que sabe. Mas a verdade tem um preço muito alto.
Filme com argumento péssimo, realização retrógrada, montagem pior que péssima. Tendo em conta o livro em que foi baseado nada disto é de admirar. Os diálogos, por exemplo, nunca podiam ser de nível, simplesmente porque entrava "Sofia" em quase todas as cenas. Não se percebe minimamente quem são as personagens do filme, a não ser que te tente comparar com a realidade; para quem não a conhecer profundamente não percebe nada de nada durante todo o filme. Nesta espécie de filme, é de destacar apenas as interpretações possíveis de alguns dos secundários, de Nicolau Breyner e, especialmente, Margarida Vila-Nova. Neste filme ela faz a melhor interpretação da sua vida. A colagem a Carolina Salgado está perfeita. A forma teatral de falar, andar, comer, dançar, etc, é mesmo tal e qual Carolina Salgado é. Em suma, embora tenha saído da sala muito agradado com o trabalho de Margarida Vila-Nova, o filme está muito mau.
Classificação: 11


"A Invasão" é um thriller de ficção e terror com Nicole Kidman e Daniel Craig nos principais papéis.
O misterioso despenhamento de uma nave espacial leva à terrível descoberta que um alienígena se encontra nos escombros. Todos os que entram em contacto com ele estão a sofrer alterações inexplicáveis. A psiquiatra Carol Bennell (Kidman) e o seu colega Ben Driscoll (Craig) descobrem a verdade por detrás da epidemia: as vítimas são atacadas durante o sono, ficando fisicamente intactas mas estranhamente desumanas. Com o alastrar da infecção, a única esperança de Carol é manter-se acordada o tempo suficiente para encontrar o seu filho, que poderá ter a solução para a devastadora invasão.
Para o género que é, o filme até não está mau. Tem uma narrativa razoável, realização dinâmica e interpretações de boa qualidade. As personagens poderiam ter sido mais exploradas, tanto a personagem de Nicole Kidman como a de Daniel Craig, assim como as relações entre mãe e filho, por exemplo. Fica-se com a sensação que partes do filme foram cortadas o que denota uma fraca montagem. No entanto, na globalidade, o filme até está bastante razoável.
Classificação: 14

Esta semana estreiam 6 filmes:
  • "30 Dias de Escuridão", um thriller de terror com Josh Hartnett.
  • "Encontros às Cegas", uma comédia romântica.
  • "Guerra", um thriller cheio de acção com Jet Li e Jason Statham.
  • "A Morte do Sr. Lazarescu", um drama romeno.
  • "Odette Toulemonde" uma comédia dramática de produção francesa e belga.
  • "Tempo de Valentes", comédia argentina.

Esta semana não há nenhuma estreia a destacar e como tal dificilmente eu irei ao cinema. Pode ser que para a semana apareçam no mercado alguns filmes mais interessantes. De qualquer forma...

Bom cinema ;)

domingo, novembro 04, 2007

Cão disparou tiro contra o próprio dono

Depois de Dick Cheney, vice-presidente americano, atingir acidentalmente Harry Whittington, um advogado americano, eis que agora um cão dispara contra o próprio dono durante uma caçada.

James Harris, de 37 anos estava a caçar com um grande grupo a cerca de 4,8 quilómetros o norte de Grinnell. O grupo atirou a uma ave e, quando Harris foi buscá-la, deixou a arma no chão e passou por uma cerca. Enquanto cruzava essa cerca, um dos seus cães de caça pisou a espingarda.

O caçador foi submetido a uma cirurgia e está bem.

sábado, novembro 03, 2007

Praxes

As praxes continuam a ser praticadas e a ensinar os caloiros valores fundamentais. Ou será que não?

Parece-me que o carácter humilhante e vexatório das praxes ensina os recém-chegados, os caloiros, a andarem de cabeça baixa e a obedecerem cegamente. Ou seja, ensina-lhes o contrário do que devem ser: pessoas orgulhosas, que andam de cabeça levantada e que não se deixam intimidar.

Será que estou errado?

sexta-feira, novembro 02, 2007

Milan Baros a 271 Km/h

O atacante internacional checo Milan Baros, do Lyon, foi ontem detido pela polícia de trânsito francesa quando, ao volante do seu Ferrari, conduzia a 271 quilómetros/hora. Parece que tal velocidade foi apenas para mostrar a um amigo que o acompanhava o barulho do motor.
Naquela via, entre Genebra e Lyon, a velocidade máxima permitida é de 130 quilómetros/hora. Milan Baros ficou, logo ali, sem a carta de condição e viu a “bomba” ser-lhe apreendida.

Eu só não consigo perceber é como é que a polícia o conseguiu apanhar...

quinta-feira, novembro 01, 2007

Cinema: semana de 25/10 a 31/10

Esta semana fui ver "Um Azar do Caraças" e "Os Seis Sinais da Luz".

"Um Azar do Caraças" é uma comédia com Seth Rogen, Katherine Heigl, Paul Rudd, Jonah Hill entre outros.
Dizem que os opostos se atraem. Bem, para Ben (Seth Rogen) e para Alison (Katherine Heigl), esse é certamente o caso - pelo menos durante uma noite intoxicada. Dois meses e vários testes de gravidez depois, Ben e Alison fazem uma viagem hilariante, preocupada e comovente que os conduz a gargalhadas enormes.
Uma grande comédia sim senhor. Podia ser uma daquelas comédias mais viradas para adolescentes. Podia ser uma daquelas comédias românticas que se vê frequentemente nas salas de cinema. Mas aqui optou-se por fazer uma comédia romântica para adultos e uma comédia para adolescentes num só filme. O argumento está bastante bom. Toca em alguns pontos bastante sérios da nossa sociedade com um humor dito inteligente embora também surja uma ou outra vez aquela piada mais fácil, sempre na altura certa. De realçar a importância que se dá neste filmes às personagens. Ao longo de todo o filme vamos conhecendo-as cada vez melhor, ao passarem pelos vários estados emocionais. Para isso ser possível era necessário um elenco de bom nível e foi o que aconteceu. Os actores têm quase todos interpretações muito boas, destacando os protagonistas Seth Rogen e Katherine Heigl, e ainda o "secundário" Jonah Hill. Em suma, uma das melhores comédias do ano.
Classificação: 16

"Os Seis Sinais da Luz" é um fantástico com Christopher Eccleston, Ian McShane, Gregory Smith e Frances Conroy.
Na véspera do seu aniversário, Will Stanton (Ludwig) não só descobre que tem novos poderes e responsabilidades, mas que ele é "O que Procura", o tão ansiado guerreiro. O sétimo filho do sétimo filho. O dia-a-dia de Will leva uma reviravolta quando fica a saber que está predestinado a salvar o mundo. Conta a lenda que um grupo de guerreiros imortais defende o equilíbrio terrestre entre a Luz e as Trevas. Esse grupo é liderado por Miss Greythorne (Conroy) e Merriman (McShane), cuja responsabilidade é guiar o jovem na sua descoberta, protegendo-o do misterioso Cavaleiro (Eccleston), que está na Terra para fazer erguer as Trevas. Para proteger a Luz os guerreiros dividiram os seus poderes em seis símbolos (madeira, bronze, ferro, água, fogo e pedra) e esconderam-nos através do tempo. Lançado para uma batalha entre a luz (o bem) e a escuridão (o mal) o nosso herói embarca numa viagem no tempo e atravessa séculos para encontrar os seis símbolos que libertam a luz e impedem que as Trevas se ergam.
Apesar das razoáveis interpretações, este filme feito para miúdos não tem pés nem cabeça. Tem algumas histórias de "background" interessantes, agora o foco central do filme nunca é minimamente explicado, exactamente por não haver explicação. Já vi muitos filmes em que acontecem coisas incríveis mas conseguem arranjar sempre uma explicação para elas, por muito idiotas que sejam. Neste, nem sequer tentaram. De qualquer forma, o filme até pode entreter, especialmente os mais pequenos.
Classificação: 13

Esta semana estreiam 7 filmes:
  • "Elizabeth - A Idade do Ouro", um drama biográfico com Cate Blanchett, Geoffrey Rush e Clive Owen.
  • "Corrupção", um filme português baseado no livro "Eu, Carolina" com Nicolau Breyner e Margarida Vila-Nova nos principais papéis.
  • "A Invasão", um filme de ficção e terror com Nicole Kidman e Daniel Craig.
  • "Sicko", um documentário de Michael Moore.
  • "Domino", um thriller com Keira Knightley, Lucy Liu, Christopher Walken, entre outros.
  • Zidane - Um Retrato do Século XXI", um documentário sobre e com Zinédine Zidane.
  • "Poderá Ser Amor?", uma comédia romântica francesa.

Esta semana temos a grande estreia do filme português "Corrupção" (que vai dar ainda mais que falar) e "Elizabeth".

Bom cinema ;)

quinta-feira, outubro 25, 2007

Benfica na Liga dos Campeões

Apesar desta última vitória contra o Celtic, conseguirá o Benfica passar à próxima fase da Liga dos Campeões? Conseguirá, pelo menos, ficar em 3º lugar do grupo que lhe permitirá passar para a Taça UEFA? Ou será que vai ser eliminada das competições europeias ficando em 4º e último lugar do grupo?

É esta a votação que proponho para as próximas 2 semanas.

Cinema: semana de 18/10 a 24/10

Esta semana fui ver "O Reino" e "O Mal Casado".

"O Reino" é um thriller intenso com Jamie Foxx, Jennifer Garner, Jason Bateman e Chris Cooper.
Quando um terrorista detona uma bomba no interior de uma zona residencial americana em Riad, na Arábia Saudita, é desencadeado um incidente internacional. Enquanto os diplomatas debatem equações de territorialidade, o agente especial do FBI Ronald Fleury (Fox) reúne rapidamente uma equipa de elite e negoceia uma viagem secreta de cinco dias à Arábia Saudita para localizar o responsável pelos atentados. Ao aterrarem no reino deserto, Fleury e a sua equipa apercebem-se que as autoridades da Arábia Saudita estão desconfiadas e não vêem com bons olhos a intervenção dos Americanos no que eles consideram um assunto interno. Limitados pelo protocolo e com o relógio em contagem decrescente, os agentes do FBI descobrem que as suas capacidades são inúteis sem a confiança dos seus homólogos Sauditas, que querem localizar o terrorista pelos seus próprios meios.
Apesar de ter um inicio algo aborrecido, o filme acabou por se tornar bastante interessante, com muito suspense, especialmente, e quase exclusivamente, no final do filme. Está um filme muito bem montado e realizado. A prova é a perfeita noção com que se fica do "ambiente de guerra". As interpretações também são uma mais valia, apesar de não haver a mínima preocupação em se saber algo das personagens. Não é esse o objectivo. Sabe-se que um deles tem um filho e nada mais. Muito pouco. No entanto, esse é talvez o único "senão" deste filme de boa qualidade.
Classificação: 15


"O Mal Casado" é uma comédia com Ben Stiller no principal papel.
Eddie Cantrow (Stiller) é solteiro, tem 40 anos e é dono de uma loja de artigos desportivos. Mas no que toca ao jogo do amor, Eddie fica no banco. Sentindo que todo o mundo "emparelhou" à excepção dele, e picado por Doc, o seu pai octagenário e libidinoso, e por Mac, o seu amigo casado, Eddie é preparado para voltar ao "activo". Agora tudo o que ele necessita é de uma rapariga! É então que conhece Lila, por quem rapidamente se apaixona. Os dois ficam noivos. A caminho do México para a lua-de-mel, Eddie descobre não só que a sua noiva tem a cara de um anjo, mas também o vocabulário de um camionista e um apetite insaciável por sexo ridiculamente atlético. Quando os dois chegam ao "resort", já Lila se transformou numa mulher grosseira com um passado sórdido, deixando Eddie a questionar-se com quem se foi meter.
Filme com argumento simples, interpretações básicas mas muito engraçado. Tinha piadas muito bem feitas e humor físico muito bom. Penso que para o filme ser mesmo hilariante só faltou um actor digno desse nome para protagonista. Ben Stiller nunca conseguirá verdadeiramente representar. Penso também que o filme está um bocado longo demais. De qualquer forma, o filme faz rir qualquer um.
Classificação: 15

Esta semana estreiam 8 filmes:
  • "Rescue Dawn", um drama de guerra com Christian Bale como protagonista.
  • "Ao Anoitecer", um drama com Toni Collette, Meryl Streep, Glenn Close, entre outros.
  • "Bratz", uma comédia com a participação de Jon Voight.
  • "Os Seis Sinais da Luz", uma aventura fantástica realizado por David L. Cunningham.
  • "Resident Evil 3 - Extinção", o 3º filme desta saga de terror com Milla Jovovich no papel principal.
  • "Terra de Cegos", um drama político com Ralph Fiennes no principal papel.
  • "O Escafandro e a Borboleta", um drama francês de co-produção americana.
  • "A Outra Margem", um drama português.

Numa semana de dramas, a estreia da semana vai para o "Resident Evil 3". Embora não vá ver, uma vez que não vi os outros 2, parece ser um bom filme de entretenimento. "Os Seis Sinais da Luz" também me parece ser interessante.

Bom cinema ;)

quinta-feira, outubro 18, 2007

Cinema: semana de 11/10 a 17/10

Esta semana fui ver "Hora de Ponta 3" e "Stardust".

"Hora de Ponta 3" é o 3º filme desta saga cheia de acção e comédia com Chris Tucker e Jackie Chan nos papéis centrais.
James Carter (Tucker), detective da polícia de Los Angeles, e Lee (Chan), o inspector chinês, voltam a reunir-se. Desta vez, a dupla tem de viajar até Paris, onde tem de fazer frente às Tríades...
Esta saga continua bastante divertida, embora pense que neste 3º filme o argumento está muito fraco. A história não tem o mínimo interesse. Apesar de ter algumas cenas de acção interessantes e humor de alguma qualidade em momentos oportunos, não deixa de ser o pior filme dos três. No entanto, é entretenimento garantido.
Classificação: 15


"Stardust" é um filme fantástico com um elenco recheado tais como Charlie Cox, Claire Danes, Robert De Niro, Sienna Miller, Michelle Pfeiffer, Rupert Everett, Peter O'Toole ou Ian McKellen.
Apaixonado, o jovem Tristan Thorn (Cox) faz uma promessa à rapariga mais bela da aldeia (Miller), cujo coração ele sonha conquistar: trazer-lhe uma Estrela Cadente, tendo para isso que cruzar os muros proibidos e entrar num misterioso Reino repleto de magia e de inúmeras lendas... Mas Tristan apercebe-se que a Estrela Cadente é afinal uma bela jovem (Danes), que se vê perseguida pelos seus incríveis poderes, cobiçados pelos filhos cruéis do Rei (O’Toole) e uma Bruxa (Pfeiffer) sinistra e desesperada.
Um bom elenco, mas nem por isso um grande filme. Dentro do género já se viu bastante melhor. A história está engraçada embora não seja muito interessante. Apesar do bom desempenho dos actores, algumas partes do filme são algo monótonas fazendo perder algum interesse pela história que, como já disse, por si só já não é lá muito interessante. Nota-se que há uma preocupação em ter cenas de algum humor. No entanto, esse humor, nem sempre foi bem conseguido. Penso que o filme ficaria a ganhar com cenas de alguma acção, para dar mais movimento à história. De qualquer forma, este filme de miúdos para graúdos tem alguma qualidade e consegue entreter os mais pacientes.
Classificação: 14

Esta semana estreiam 5 filmes:
  • "Um Azar do Caraças", uma comédia hilariante com Seth Rogen, Katherine Heigl e Paul Rudd.
  • "A Estranha em Mim", um thriller dramático com Jodie Foster e Terrence Howard.
  • "As Canções de Amor", um musical francês.
  • "El Cantante", um drama musical com o casal Marc Anthony e Jennifer Lopez nos principais papéis.
  • "Eles", um filme de terror francês.

A grande estreia da semana é, sem dúvida alguma, "Um Azar do Caraças". Possivelmente uma das grandes comédias do ano.

Bom cinema ;)

quarta-feira, outubro 17, 2007

Kate diz que é perseguida porque não tem ar maternal

Kate McCann acredita que está a ser vítima de uma perseguição e que isso acontece porque "não parece suficientemente maternal", devido ao seu bom aspecto.

Ahhhhh... então é por isso...

Realmente... pobre coitada...

Liberdade de imprensa respeitada em Portugal

Portugal está, pelo segundo ano consecutivo, entre os 10 países no mundo que mais respeitam a liberdade de imprensa, segundo o "ranking" mundial elaborado anualmente pela organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF), uma lista que inclui 169 países.
Portugal aparece em 10º lugar à frente de países como a Alemanha (20ª posição), Reino Unido (24ª posição), França (31ª posição), Espanha (33ª posição) e Estados Unidos (48ª posição), divulgou hoje a organização.

Portugal é um país que respeita a liberdade de imprensa. Sem dúvida alguma.
O problema é que a imprensa não respeita lá muito a liberdade de Portugal...

sexta-feira, outubro 12, 2007

McDonalds com acesso grátis à internet

Os 120 McDonalds existentes em Portugal vão ter internet sem fios grátis, numa parceria com PT Wi-Fi.
A multinacional de "fast food" é a primeira empresa europeia de restauração a permitir o acesso gratuito á Internet nos seus estabelecimentos.

Para se aceder à internet num McDonalds basta ir ao balcão e pedir para criar uma conta. Depois é só "surfar".

Penso que esta é uma excelente iniciativa. Espero que mais locais públicos tomem o mesmo caminho.

quinta-feira, outubro 11, 2007

Cinema: semana de 4/10 a 10/10

Esta semana fui ver "Sem Reserva", "Next" e "Super Baldas".

"Sem Reserva" é um melodrama romântico com Catherine Zeta-Jones e Aaron Eckhart nos papéis principais.
A chefe Kate Armstrong (Zeta-Jones) vive a sua vida com a mesma intensidade com que gera a cozinha de um sofisticado restaurante de Manhattan. Mas a sua natureza perfeccionista é duplamente posta à prova quando é obrigada a ficar com Zoe (Breslin), a sua sobrinha de 9 anos, e com a chegada de um novo chefe para a sua equipa. Nick (Eckhart) não podia ser mais diferente de Kate, e no entanto a química entre os dois é notória. A rivalidade transforma-se em romance, mas Kate terá de aprender a exprimir-se fora da cozinha se quiser encontrar a felicidade.
Nada de novo neste filme. Modelo mais que usado sem qualquer inovação. O argumento está mesmo banal. A interpretação de Catherine Zeta-Jones está muito fraca. Ninguém saiu da sala de cinema convencida que ela é mesmo cozinheira, quanto mais chefe. Pelo contrário, Aaron Eckhart, conseguiu convencer. Abigail Breslin parece-me que tem um grande futuro à sua frente. Pouco mais a acrescentar. O filme consegue entreter e comover, mas pouco mais que isso.
Classificação: 14

"Next" é um thriller com Nicolas Cage, Julianne Moore e Jessica Biel.
Cris Johnson (Cage) é um ilusionista com um dom secreto que é ao mesmo tempo uma bênção e uma maldição. Johnson tem a capacidade de ver alguns minutos do futuro, e esse talento dá-lhe uma importante ajuda, não só na sua profissão, mas quando precisa de ganhar algum dinheiro nas mesas de blackjack. Mas a sua estranha capacidade de bater as probabilidades não passou despercebida, e uma agente do FBI (Moore) está ansiosa por poder contar com a sua ajuda para apanhar um grupo terrorista que planeia atacar Los Angeles com uma bomba nuclear. Com o relógio em contagem decrescente, o futuro de centenas de milhar de pessoas pode estar nas mãos de Johnson.
Este foi um filme que até me surpreendeu. Tem um argumento muito bom, com bastante racionalismo, dentro da irracionalidade que é prever o futuro. As interpretações estão bastante razoáveis, assim como a realização. O suspense é um dos pontos fortes deste filme assim como a caracterização fisica de Nicolas Cage. Aquele cabelo... Penso, no entanto, que o filme deveria ter sido maior, não devia ter terminado logo ali. Em suma, o filme está bastante bom na medida em que junta boas interpretações, um bom argumento e entretenimento garantido.
Classificação: 15

"Super Baldas" é uma comédia de adolescente.
Dois adolescentes socialmente inaptos e com uma amizade ridiculamente dependente vão agora entrar em faculdades diferentes. Evan é doce, inteligente e quase sempre medroso. Seth é divertido, volátil e vive obcecado com a sexualidade. Esta é a história das suas tentativas em inverter a sorte na vida... e com as mulheres.
Está um filme fraquinho. O argumento está muito pobre. O humor é simples e a maior parte das vezes ineficaz. Tem algumas partes que consegue fazer rir, mas contam-se pelos dedos. Os actores têm um desempenho razoável, mas o argumento não ajuda. Para além disso, o filme está demasiado longo. Arrasta-se demasiado. De qualquer forma, consegue entreter.
Classificação: 14

Esta semana estreiam 6 filmes:
  • "Hora de Ponta 3", o 3º filme desta saga cheio de acção e comédia com Jackie Chan e Chris Tucker nos principais papéis.
  • "O Reino", um thriller com Jamie Foxx e Jennifer Garner.
  • "A Juventude de Jane", um drama romântico com Anne Hathaway, Julie Walters e Maggie Smith.
  • "Invisível", um thriller dramático.
  • "A Vida Interior de Martin Frost", filme de Paul Auster que tem Portugal como cenário.
  • "Julgamento", filme português com Júlio César, José Eduardo e Alexandra Lencastre.

Esta semana temos duas grandes estreias, cada uma com estilos completamente diferentes. "Hora de Ponta 3", uma comédia de acção e "O Reino", um thriller intenso. Qualquer um deles a não perder.

Bom cinema ;)

quarta-feira, outubro 10, 2007

Mourinho no Real Madrid?

Pelo menos é o que pensam a maioria dos leitores deste blog.
Das 11 pessoas que votaram, 54% disseram que o próximo clube de José Mourinho será o Real Madrid, 18% o Barcelona e 9% o Inter de Milão, Roma ou nenhum destes. Será? A ver vamos.

A nova votação que proponho é relativo ao novo presidente do PSD.
Luís Filipe Menezes será um líder da oposição melhor que Marques Mendes?

sexta-feira, outubro 05, 2007

Memória de elefante

"Ainda me lembro de gozarem comigo quando o Benfica perdia."

In A destreza das dúvidas

quinta-feira, outubro 04, 2007

Cinema: semana de 27/9 a 3/10

Esta semana fui ver "1408".

"1408" é um thriller com John Cusack no papel principal e Samuel L. Jackson num papel mais secundário.
O célebre autor de terror Mike Enslin (Cusack) acredita apenas no que vê com os seus próprios olhos. Mesmo depois de escrever uma série de best-sellers desacreditando os acontecimentos paranormais nas mais assombradas e infames casas e cemitérios, ele não tem nenhuma prova real da vida... após a morte. Mas as longas e solitárias noites de Enslin, sem fantasmas, estão prestes a mudar para sempre quando dá entrada na suite 1408 do notável Hotel Dolphin, com o objectivo de escrever para o seu último livro, "Ten Nights in Haunted Hotel Rooms". Apesar dos avisos do gerente do hotel (Jackson), o escritor é a primeira pessoa, em muitos anos, a permanecer no quarto supostamente assombrado...
Um filme baseado num mestre do suspense como Stephen King dificilmente seria mau. E realmente o filme até foi bom. O argumento estava bom e, efectivamente, conseguiu-se criar suspense de alto nível em várias partes do filme. É claro que para isso muito ajudou a interpretação de John Cusack que está fantástica. Sem um actor de grande qualidade como ele o filme passaria facilmente despercebido. Samuel L. Jackson também está muito bem no pequeno papel que faz. O terror gratuito não existe o que também ajuda a valorizar o filme. A não perder para quem gosta de filmes de suspense.
Classificação: 15

Esta semana estreiam 6 filmes:
  • "Planeta Terror", mais um filme "Grindhouse", com bastante suspense e... sangue.
  • "Estás Cada Vez Mais Frito, Meu!", mais um filme desta saga cómica protagonizada por Ice Cube.
  • "O Mal Casado", uma comédia com Ben Stiller no principal papel.
  • ".45", um thriller com Milla Jovovich.
  • "O Caminho do Guerreiro Pacífico", um drama com a participação de Nick Nolte.
  • "Fados", um musical com Carlos do Carmo, Mariza ou Camané.

Nenhuma estreia de peso esta semana. Pode-se, no entanto, destacar as 2 comédias razoáveis e o filme muito ao género Tarantino.

Bom cinema ;)

sexta-feira, setembro 28, 2007

Director da SIC Notícias defende-se

Ricardo Costa, director da SIC Notícias, considera a atitude de Santana Lopes uma tempestade num copo de água.
Diz ele, "acho é que estava zangado com qualquer coisa e resolveu fazer o número. Foi uma atitude completamente desproporcionada face ao que se passou. O Dr. Santana Lopes foi ex-primeiro-ministro mas, além disso, foi dirigente de um clube de futebol, ex-comentador residente de vários programas de futebol e é seguramente a pessoa que mais misturou futebol com a política em Portugal. Portanto sabe muito bem a importância de uma coisa e de outra."

Sr. Ricardo Costa: já se sabe a importância que o país dá ao futebol. Às vezes passam-se telejornais inteiros a falar de futebol. Mas aqui a questão não é essa. A questão é que se interrompeu uma entrevista com um ex-primeiro-ministro por uma questão que não tem nada a ver com a mesma, e ainda para mais interrompeu-se só para mostrar a chegada ao aeroporto de um treinador. Sr. Ricardo Costa, a chegada de um treinador!! Como é que ainda tem coragem de se vir defender em vez de vir publicamente apresentar desculpas ao Dr. Santana Lopes? Sinceramente...

Nascimento na Rússia

Uma mulher russa de 42 anos deu à luz uma menina com 7,75 kg. A menina, que já tem 11 irmãos, pode ser o bebé mais pesado que já nasceu no país, mas o possível recorde ainda não foi confirmado.
O parto ocorreu sem qualquer problema e tanto a mãe como a filha estão bem.

O peso médio de um recém-nascido é de 3,2 kg, segundo estatísticas internacionais. Segundo o livro dos records do Guinness, o bebé com mais peso no nascimento veio ao mundo nos Estados Unidos e com 10,4 kg. Morreu 11 horas depois. O livro também aponta dois bebés nascidos com 10,2 kg. Um deles nasceu na Itália em 1955 e o outro na África do Sul em 1982.

Tal & Qual encerra hoje

O semanário ‘Tal & Qual’ publica hoje a sua última edição antes de encerrar.

Afinal parece que o sensacionalismo barato não compensa...

Santana abandona emissão

Pedro Santana Lopes abandonou anteontem a "Edição da Noite", da SIC Notícias, minutos depois de ter começado a falar sobre as eleições no PSD, porque a estação interrompeu a emissão e o seu discurso para dar em directo a chegada de José Mourinho ao Aeroporto da Portela, em Lisboa.

"Eu vim aqui com sacrifício pessoal, e sou interrompido por um treinador de futebol. Acho que o País está doido. Não vou continuar a entrevista, acho que o País tem que aprender", disse Santana Lopes, antes de sair dos estúdios da estação.

Parece que afinal Santana Lopes não toma só decisões erradas. Aquilo que disse foi perfeito, da forma perfeita e no "timing" perfeito. Pela primeira vez conseguiu subir uns pontinhos na minha consideração.

quinta-feira, setembro 27, 2007

Cinema: semana de 20/9 a 26/9

Esta semana fui ver "Ultimato" e "Ratatui".

"Ultimato" é o terceiro filme desta saga com Matt Damon no papel central.
Neste novo capítulo, Bourne ira perseguir o seu passado para poder encontrar um futuro. Na demanda pela sua identidade, Bourne terá de viajar até Moscovo, Paris, Madrid, Londres, Tangier e Nova Iorque... tendo sempre de se desembaraçar de polícias, agentes federais e agentes da Interpol nas suas constantes investidas para o travar.
E no terceiro filme todos (ou quase todos) os mistérios se desvendam. Matt Damon está completamente à vontade como Jason Bourne. Tem uma interpretação fantástica. O argumento está bastante melhor que os outros dois filmes. As personagens dão-se muito mais a conhecer, tem acção non stop, perseguições e lutas muito bem conseguidas sem falar na feliz escolha dos "cenários" em várias cidades europeias. O único senão vai para a realização de Paul Greengrass. O seu estilo "muito tremido" não me cativa. Sem isso o filme seria ainda melhor, embora talvez comprenda que sem essa tremideira fosse, de certa forma, difícil fazer algumas das cenas mais «mexidas». De qualquer forma, para mim, é o melhor da triologia.
Classificação: 15

"Ratatui" é um filme animado.
No mundo dos ratos, Remy está destinado a uma vida de um simples "detector de veneno" utilizando o seu talento único para seleccionar o lixo "seguro" para a sua família comer. Mas considera-se um criador. Quando não está à procura dos restos de comida gourmet, está ocupado a estudar com a máxima atenção o seu bem mais precioso, o já gasto livro de culinária do magnífico chefe de cozinha, o falecido Chefe Auguste Gusteau. Quando o destino o faz literalmente cair na cozinha de Gusteau, no restaurante mundialmente famoso do seu ídolo em Paris, Remy vive o seu sonho de cozinhar, embora de forma pouco convencional, numa cozinha de verdade.
Em termos de animação tecnológica o filme está fenomenal. Vê-se que não há nada feito ao acaso. Todos os pequenos pormenores foram vistos e revistos com toda a atenção. Em termos de argumento o filme está igualmente muito bom. As vozes (portuguesas) não foram brilhantes mas também não estiveram mal. Embora não saiba como seria o original, penso que as falas poderiam ter estado melhores. O que faltou também neste filme foi maior dose de humor. Não é que não existisse, mas realmente penso que seria muito melhor se aliassem o grande argumento a umas piadas bem metidas no contexto. De qualquer forma é o melhor filme de animação do ano.
Classificação: 16

Esta semana estreiam 6 filmes:
  • "Stardust", uma aventura fantástica com Robert De Niro, Sienna Miller, Michelle Pfeiffer, Rupert Everett, Peter O'Toole, Ian McKellen, entre outros.
  • "Sem Reserva", uma comédia romântica com Catherine Zeta-Jones e Aaron Eckhart nos principais papéis.
  • "Vigilante", um thriller com Joseph Gordon-Levitt no papel principal.
  • "1408", um thriller de terror com John Cusack e Samuel L. Jackson nos papéis principais.
  • "Fay Grim", mais um thriller, mas desta vez com co-produção alemã.
  • "Pintar ou Fazer Amor", uma comédia francesa.

Para mim, a estreia da semana é "Stardust". Grande elenco e, parece, grande história. A ver vamos.

Bom cinema ;)

sábado, setembro 22, 2007

The Special One

José Mourinho já não é treinador do Chelsea. Como ele tinha dito aqui há uns meses, se continuasse no clube ficava bem porque gostava da cidade dos adeptos e da equipa que com ele trabalhava. Se fosse despedido ficava rico e passado 2 meses teria um clube novo onde trabalhar.
The Special One tinha razão. Rico já está. 30 milhões de euros foi o valor que foi acordado na cláusula de rescisão. Agora falta o clube. Qual será?
Aqui ao lado apresento algumas propostas: Real Madrid, Barcelona, Sevilha, Inter de Milão, Roma ou outro?

Que terá acontecido a Maddie McCann?

23 pessoas responderam e 69% disseram que Maddie morreu acidentalmente por causa de negligência dos pais, 21% disseram que ela foi morta pelos pais e apenas 8% disseram que morreu por acidente sem qualquer culpa dos pais. Já ninguém põe a hipótese de ela ter sido raptada.

Quanto a mim, penso realmente que a menina inglesa terá morrido de forma acidental, embora os pais tenham alguma culpa no cartório. De que forma? Não sei bem...

Quando, este caso, será resolvido? Nunca? Possivelmente...

quinta-feira, setembro 20, 2007

Cinema: semana de 13/9 a 19/9

Esta semana fui ver "Hairspray" e "O Motel".

"Hairspray" é uma comédia musical com John Travolta, Amanda Bynes, Christopher Walken, Queen Latifah, Michelle Pfeiffer e a revelação Nikki Blonsky.
Tracy Turnblad (Nikki Blonsky), uma rapariga grande com cabelo grande e um coração ainda maior, tem apenas uma paixão - dançar. O seu sonho é aparecer no "The Corny Collins Show", o programa de dança mais em voga da televisão de Baltimore. Mas é constantemente lembrada pela sua extremamente protectora e enorme mãe, Edna (John Travolta), de que a sua enorme figura está fora das normas…pelo que nunca será popular. No entanto, nada fará parar Tracy, porque se existe algo que esta rapariga sabe, é que nasceu para dançar. Depois de deslumbrar Corny Collins (James Marsden) no baile da Universidade, Tracy começa a fazer sombra à miúda mais cool das redondezas, Amber Von Tussle (Brittany Snow), deixando também a sua maquiavélica mãe, Velma (Michelle Pfeiffer), que dirige a estação de televisão WYZT, furiosa. O pesadelo começa para Amber, pois não só a audiência ama uma nova rapariga na cidade, como o seu amado Link Larkin (Zac Efron) parece também apaixonado pelos encantos de Tracy. Uma verdadeira rixa irrompe entre as raparigas enquanto competem e ambicionam pelo título de "Miss Teenage Hairspray". Irá a sorte de Tracy acabar? Perderá ela a final de dança contra Amber e o título de "Miss Teenage Hairspray" ou cantará e dançará à sua maneira sem problemas, de vez?
Para começar devo dizer que o filme surpreendeu-me muito pela positiva. Um elenco de luxo, todo em grande nível. Mesmo os mais novos demonstraram que têm um grande futuro à sua frente. Encenação óptima, argumento muito bom, realização de boa qualidade... O único senão é talvez a existência de alguma monotonia em algumas partes do filme embora até nem seja demais, comparando com outros filmes do género. Tendo em conta que é um musical, o filme até é bastante mexido e ritmado. Sempre bastante alegre com músicas animadas e danças vistosas. A não perder, de maneira nenhuma, para os fãs de musicais.
Classificação: 16

"O Motel" é um filme de suspense com Kate Beckinsale e Luke Wilson nos principais papéis.
Quando o carro de David (Wilson) e Amy Fox (Beckinsale) tem uma avaria, eles são obrigados a passar a noite num motel num local deserto. No seu quarto miserável, o casal encontra uma televisão e um monte de filmes sangrentos... aparentemente filmados no quarto onde se encontram. Aprisionados e com câmaras escondidas a seguirem todos os seus movimentos, David e Amy têm de lutar para sair com vida do motel antes que se transformem nos protagonistas de um novo filme.
Neste filme, o factor de realçar é o suspense que consegue ter. Tem cenas muito bem conseguidas no que a isso diz respeito. O par de protagonistas está muito bem. Aliás, foi surpreendente ver Luke Wilson fora do seu registo habitual (comédia) e com a elevada qualidade que o fez. No entanto, penso que havia uma nítida falta de química entre os dois, notada especialmente de forma crescente ao longo do filme. O argumento também não é nada de especial, com várias falhas e partes muito previsíveis. Apesar disso, o filme está bom para quem gosta de filmes de suspense simples, sem o terror explícito a que se tem assistido ultimamente nas salas de cinema. Classificação: 14

Esta semana estreiam 5 filmes:
  • "Ultimato", o terceiro e último filme da saga "Bourne Supremacy" protagonizado por Matt Damon.
  • "Super Baldas", uma comédia especialmente para adolescentes.
  • "Morte num Funeral", um drama de produção americana, inglesa e alemã.
  • "Mandela: Meu Prisioneiro, Meu Amigo", um drama de produção alemã, francesa, belga, italiana, inglesa e luxemburguesa.
  • "O Capacete Dourado", mais um drama mas desta vez português com Rogério Samora, Alexandra Lencastre, Rita Blanco, entre outros.

A grande estreia da semana é o filme com o Matt Damon. Grande expectativa para ver como termina esta saga.

Bom cinema ;)

domingo, setembro 16, 2007

Óscares 2008

A próxima cerimónia dos óscares, que se vai realizar no dia 24 de Fevereiro do próximo ano, já tem apresentador. O humorista Jon Stewart vai apresentar pela segunda vez este grande espectáculo.

Penso que foi uma boa escolha. Ele é inteligente, perspicaz, grande capacidade de improviso e muito bom humorista. Em 2006 foi bom, mas... se ele tivesse mais à vontade... poderia ter sido muito melhor. Portanto, penso que desta vez vai ser mesmo muito bom.

sexta-feira, setembro 14, 2007

Scolari VS Pintinho

Fiquei agora a saber que Pinto da Costa pressionou fortemente Gilberto Madaíl para que demitisse Luíz Felipe Scolari. O presidente do Porto telefonou 3 vezes durante a madrugada ao líder da FPF insistindo que era a “altura ideal” para se “desfazer” de Scolari.

Mais uma vez o presidente do meu clube mostra o quão baixo pode ser. Tentar-se aproveitar de uma situação menos feliz para tentar alcançar os seus desejos pessoais. Para quando um novo presidente?

O mau da fita

As críticas a Scolari chegavam de todos os lados. Portugal jogava mal e, claro está, o culpado principal é o seu seleccionador. Não é que eu não concorde, mas talvez não seja o único culpado... Mas isso agora não vem ao acaso.

Com todas as criticas que já se faziam ouvir, depois de uma atitude destas do senhor Scolari, agora sim, já se sabia que ia tudo cair em cima dele. Só faltava ter algo que toda a gente visse e que ninguém o podia negar. Isso aconteceu e, agora, o senhor Scolari é quase um monstro.

Se até aqui não concordo com as criticas do Scolari a dizer que certas pessoas o criticam apenas por ser estrangeiro, agora (que ele não criticou ninguém) penso que realmente se virou tudo contra ele só por ele não ser português. Não vi nada disto com o Sá Pinto nem com o João Pinto que, diga-se, foram casos muito piores.

De qualquer forma, esta atitude de Luíz Felipe Scolari foi de condenar mas acontece. Mesmo às pessoas mais pacíficas e educadas, isso acontece. Até aqui, desde que é seleccionador português, Scolari, justiça seja feita, teve sempre um comportamento exemplar e, nesse aspecto, dignificou sempre brilhantemente as cores portuguesas. Agora errou e já o admitiu.
Explicou-se em conferência de imprensa e penso que deve ser desculpado, embora não possa sair disto sem lhe acontecer nada.
Em termos internacionais, penso que uns jogos de suspensão serão o mais justo, sem falar numa boa multa. A nível interno uma advertência oficial por parte da federação e... mais nada. Penso que já teve a sua conta por parte do país inteiro.

Nunca fui adepto do senhor Scolari, mas penso que apesar de tudo até tem feito um bom trabalho na nossa selecção. Espero que ele continue até ao fim do Euro e depois... que se vá embora.

Um exemplo do bom trabalho que ele tem feito é o comunicado feito pelos 23 jogadores que ele convocou para estes últimos jogos. Nenhum deles tinha necessidade disto e, no entanto, fizeram questão de mostrar publicamente o apoio que dão ao seu treinador. Nunca antes se viu tanta união dentro de uma selecção portuguesa de futebol como nesta.
Do comunicado vou destacar o seguinte: "Luiz Felipe Scolari é e será sempre para nós [jogadores] um hino à liderança, ao respeito e ao humanismo, e tem o nosso apoio sempre e agora especialmente neste momento mais difícil. É com orgulho que os jogadores da Selecção Nacional representam Portugal sob orientação de Luiz Felipe Scolari, o mesmo a que Portugal chama o seleccionador do povo."

Seleccionador do povo... Isso já não sei se concordo... Mas realmente, com esta atitude irreflectida, Scolari provou que está-se a tornar cada vez mais português...

Espero que este caso acabe já amanhã porque senão os McCann começam a ficar com ciúmes...

quinta-feira, setembro 13, 2007

Cinema: semana de 6/9 a 12/9

Esta semana fui ver "Hostel 2".

"Hostel 2" é um filme de terror com Heather Matarazzo e Jay Hernandez nos principais papéis.
Três jovens norte-americanas a estudar em Roma preparam-se para partir numa viagem de fim-de-semana quando encontram a modelo da sua cadeira de arte. Prestes a partir também para um destino exótico, esta atraente mulher europeia convida-as para se juntarem a ela, assegurando-lhes que poderão relaxar e rejuvenescer. Irão elas encontrar o oásis que procuram? Ou serão apenas as próximas vítimas de pessoas doentes e privilegiadas, que viajam secretamente de todo o mundo para satisfazer os seus mórbidos desejos?
Aqui está uma sequela melhor que a original. Hostel 2 tem uma narrativa muito mais interessante que a do primeiro filme embora com menos terror explícito. Para os fãs do terror puro e duro isso será uma má notícia mas realmente essa aposta num argumento mais elaborado só ajudou o filme. Para além disso, pode-se assistir a boas interpretações por parte da maioria dos actores, para além de uma boa realização. No entanto, embora o argumento esteja bastante bom, penso que poderiam ter ido mais longe e desenvolver o filme de maneira diferente; especialmente acabá-lo de maneira diferente. Realmente foi pena o final bastante previsível. Em suma, apesar de este género não ser dos meus filmes de terror favoritos (muito, muito longe de um bom "Saw") não deixa de ser um bom filme de terror, embora pudesse estar melhor.
Classificação: 15

Hoje estreiam 8 filmes a nível nacional:
  • "Um Coração Poderoso", um drama com Angelina Jolie no principal papel.
  • "Duelo Imortal: A Origem", o regresso de Duncan MacLeod numa nova aventura cheio de ficção.
  • "Duelo Imortal: A Animação", os "imortais" em versão animada.
  • "O Gang do Pi", mais um filme de animação.
  • "2 Dias em Paris", uma comédia romântica de produção francesa e alemã.
  • "O Sabor da Melancia" e "China China", um drama de produção francesa e taiwan que tem como complemento a curta metragem portuguesa "China China".
  • "Em Nossa Casa", mais um drama, desta vez italiano.
  • "Mala Noche", um filme americano de 1985, a preto e branco, lançado hoje, 22 anos depois em Portugal.

Quantidade não significa qualidade e, ao que parece, esta semana é um desses casos. Muitos filmes a estrearem, mas nada de apelativo. Sendo assim, devo ir ver filmes que tenho "em atraso".

Bom cinema ;)