sábado, junho 07, 2008

Portugal 2 - Turquia 0

Portugal foi Portugal! Bom jogo por parte da nossa selecção. Tivemos equipa, que era algo que já tinha algumas dúvidas que tivéssemos.
Uma boa primeira parte em que dominamos por completo, mas uma segunda parte ainda melhor em que arrasamos a equipa Turca. Ganhamos 2-0 mas com um pouco de sorte, poderíamos ter saído de lá com uma goleada.
Os jogadores, de uma maneira geral, estiveram muito bem, embora uns melhores que outros.

Ricardo - Exceptuando um único lance, em que falhou a saída, Ricardo esteve muito seguro nas poucas vezes que foi chamado a intervir. O falhanço poderia ter sido fatal mas não foi, e ainda bem.

Bosingwa - Sempre muito activo, tentou inúmeras vezes ajudar o ataque, especialmente na primeira parte. Criou bastante perigo mas sem efeitos práticos. Na defesa não esteve especialmente bem, mas acabava sempre por compensar os erros com a sua velocidade. Ainda não é o Bosingwa que se viu ao longo da época mas para lá caminha.

Pepe - Sempre seguro a defender, mostrou, por várias vezes, um dos seus grandes pontos fortes que é a sua magnífica velocidade, quer a defender, quer a atacar. O golo foi um lance magnífico, embora tenha tido alguma sorte na finalização, visto que a bola ressaltou num jogador turco. Curiosamente foi o jogador que sofreu mais faltas ao longo de todo o jogo (5 faltas sofridas).

Ricardo Carvalho - Na minha opinião este é o melhor defesa central do mundo. Neste jogo, esteve sempre muito discreto, mas sempre no sítio certo a resolver os (poucos) problemas que a defensiva portuguesa teve. Não cometeu uma única falta. Tentou uns arranques para o ataque mas não teve o mesmo sucesso que o seu companheiro da defesa.

Paulo Ferreira - Foi o lateral mais recuado. Quase ou nunca se viu no ataque e, embora tenha dado bastante espaço aos extremos turcos, foi bastante seguro a defender, embora lhe tenha valido muitas vezes o apoio de Ricardo Carvalho.

Petit - Para mim o pior de Portugal mas nem por isso esteve mal. Sendo o elemento mais recuado do meio-campo Petit tinha que ser um jogador mais seguro a defender e mais agressivo no ataque ao homem com bola. Deixou espaços abertos, por várias vezes, na sua área de acção e não fosse a cobertura dos centrais e de João Moutinho, a Turquia poderia ter criado mais perigo do que criou. No entanto, esteve bastante seguro nos passes, falhando apenas 5 passes dos 37 que efectuou ao longo de todo o jogo.

Deco - Teve passes fantásticos, a lembrar o Deco do antigamente. Foi a partir desses passes que Portugal teve grande parte dos seus lances de perigo. No entanto, faltou mais garra, especialmente a defender. Apesar ter tido alguns passes magníficos, falhou demasiados passes, para além de perder muitas bolas. Dos 56 passes que tentou fazer ao longo de todo o jogo, apenas teve sucesso em 59% das vezes. Foi o jogador da equipa que falhou mais passes. Mas parece-me claro que está a subir de forma e ao longo do campeonato penso que vamos ter um Deco ao mais alto nível.

Simão - Uma boa primeira parte, sempre muito activo criando alguns lances de perigo. Na segunda parte perdeu fulgor e esteve mais discreto. Se jogar sempre como o fez na primeira parte, temos Simão.

Cristiano Ronaldo - Embora longe do brilhantismo que teve ao longo da época, não esteve mal. Teve 1 ou 2 grandes jogadas individuais e alguns passes de categoria. Ficou várias vezes sem bola e falhou 15 dos 37 passes que tentou fazer. Foi o jogador português que mais rematou (3 remates), sendo um deles ao poste, na marcação de um livre. Precisamos do melhor jogador do mundo nos próximos jogos, que neste jogo não apareceu.

Nuno Gomes - Fez 2 remates ao longo de todo o jogo, um ao poste e outro à barra. Teve algumas recuperações de bola importantes e fez a tabelinha fantástica que deu o golo a Pepe. Penso que está a subir de forma e é um jogador com que se pode contar para os próximos jogos.
Nani - Entrou com vontade, mas nos 25 minutos que jogou, apenas conseguiu uma boa jogada culminada com um bom remate à baliza, e conseguiu igualar Simão e Pepe como o jogador da equipa que fez mais faltas (2). É sempre uma boa opção do banco para entrar ao longo dos jogos.

Raúl Meireles - Teve 11 minutos em campo e tentou fazer 5 passes. Apenas teve sucesso por uma vez. Teve imensa calma no golo que culminou a vitória portuguesa. Uma possível opção a Petit, caso Petit não melhore no próximo jogo.

Fernando Meira - Não jogou sequer 2 minutos. Nada a assinalar.

João Moutinho - O melhor em campo. Bem a defender e a atacar. Sempre seguro nos passes (conseguiu 32 dos 36 passes que tentou fazer), foi, sem dúvida, o jogador mais importante da equipa. Mostrou sempre uma técnica fantástica e não me lembro de ter perdido uma bola, para além dos 4 passes falhados. É incrível um médio apenas ter falhado 4 passes num jogo inteiro. Mostrou a sua classe no 2º golo de Portugal, com uma rotação fantástica e depois a dar o golo a Raúl Meireles. Temos jogador!


Parabéns Portugal!