quinta-feira, março 12, 2009

Cinema: semana de 05/03 a 11/03

Esta semana fui ver "Histórias para Adormecer", "The Wrestler" e "Noivas em Guerra".

"Histórias para Adormecer" é uma comédia de fantasia com Adam Sandler no principal papel.
Skeeter Bronson (Adam Sandler) é um vulgar empregado de um hotel cuja vida sofre uma total reviravolta quando as histórias que ele conta aos sobrinhos para adormecerem começam misteriosamente a acontecer. Ele tenta aproveitar-se do fenómeno, incorporando as suas próprias aspirações em contos estranhos, um a seguir ao outro, mas são as contribuições inesperadas dos seus sobrinhos que viram a vida de Skeeter de pernas para o ar!
Um filme para toda a família com mais uma razoável interpretação por parte de Adam Sandler. O argumento parte de uma ideia engraçada mas a certa altura o argumentista parece que não sabe o que há-de inventar mais e as cenas não têm grande sequência. Aliás a montagem do filme está mesmo muito má. De qualquer forma, é um filme muito engraçado para os mais pequenos, com cenas cómicas muito engraçadas, e é um filme que também dá para os mais graúdos se rirem e divertirem.
Classificação: 7

"The Wrestler", é um drama com Mickey Rourke no principal papel e Marisa Tomei num papel mais secundário. Estes 2 actores tiveram nomeações para os últimos óscares da academia, nas respectivas categorias de melhor actor principal e melhor actriz secundária.
No final dos anos 80, Randy "The Ram" Robinson (Mickey Rourke) era um dos principais lutadores de wrestling profissional. Agora, vinte anos mais tarde, ele ganha a vida com as suas representações estimulantes para um punhado de fãs conservadores de wrestling em ginásios de escolas secundárias e centros comunitários perto de Nova Jersey. De relações cortadas com a filha (Evan Rachel Wood) e incapaz de manter relações reais, Randy vive para a emoção do espectáculo e para a adoração dos fãs. Mas um ataque de coração vai atirá-lo para a reforma. À medida que o seu sentido de identidade começa a desvanecer-se, Randy começa a reavaliar a vida - tentando uma reconciliação com a sua própria filha e iniciando um promissor romance com uma velha stripper (Marisa Tomei). Mas nada se compara com a sedução do ringue e a paixão pelo wrestling, o que ameaça arrastar Randy "The Ram" de volta a este mundo.
Confesso que esperava um pouco mais deste filme. Sem dúvida que Mickey Rourke e Marisa Tomei têm interpretações brilhantes. Mas um filme não pode viver só de grandes desempenhos por parte dos seus actores. A história é demasiado básica e os sentimentos que conseguem transmitir são escassos. Não há grande emoção e para isso ajuda a fraca montagem do filme. Há cenas sem qualquer cabimento ali estarem. Para completar, faltou dar um final ao filme. Deixa tudo em aberto o que nunca me parece um bom final para uma história, logo para um filme. Gosto de filmes com princípio, meio e fim. De qualquer forma, as interpretações por parte dos 2 nomeados para os óscares conseguem colmatar o fraco argumento.
Classificação: 7



"Noivas em Guerra" é uma comédia romântica com Kate Hudson e Anne Hathaway nos principais papéis. Fui ver este filme em ante-estreia.
Liv (Kate Hudson) e Emma (Anne Hathaway) são as melhores amigas, que desde crianças planearam cada detalhe dos seus casamentos. No topo da lista dos mais importantes desejos tinham como prioridade: a cerimónia do casamento no Hotel Plaza em Nova Iorque. Agora, ambas com 26 anos de idade, estão quase a contrair matrimónio; a realizar os seus sonhos; a viver felizes para sempre, como num conto de fadas. Ou talvez não... Entretanto, um erro do copista causa um encontro de datas – assim, ambas têm o casamento marcado para o mesmo dia. Então, a amizade de longa data de Liv e Emma está exposta a um derradeiro teste. Liv, uma advogada de sucesso que está habituada a ter tudo o que deseja, incluindo o trabalho perfeito e o homem perfeito, não desiste por nada deste mundo a ter o casamento que sonhou desde há muitos anos. Emma, uma professora que tem sido sempre boa a tomar conta dos outros, mas nem sempre dela própria, revolta-se ao aperceber-se que o seu casamento de sonho é posto em risco. Assim, as duas melhores amigas, que fariam qualquer coisa uma pela outra, envolvem-se numa batalha sem barreiras, sem prisioneiros, que se transforma numa autêntica e furiosa guerra.
Um filme engraçado, bem interpretado e bem realizado. O argumento é bastante banal e algo previsível. De qualquer forma, a curta duração do filme ajuda ao facto do filme não ter tempos mortos, o que faz com que seja bastante engraçado e bastante divertido.
Classificação: 7


Hoje estreiam 7 filmes:
  • "Gran Torino", é um drama com Clint Eastwood no principal papel. A realização é também de Clint Eastwood.
  • "Noivas em Guerra", uma comédia romântica com Kate Hudson e Anne Hathaway nos principais papéis.
  • "Quarentena", um thriller de terror com Jennifer Carpenter, Steve Harris e Jay Hernandez.
  • "Adam Renascido", um drama de guerra com Jeff Goldblum e Willem Dafoe.
  • "Religulous - Que o Céu nos Ajude", um documentário sobre Bill Maher, um actor cómico e apresentador de televisão.
  • "Tempos de Verão", um drama francês com Juliette Binoche no principal papel.
  • "3x3", uma curta-metragem portuguesa.

A grande estreia da semana é o filme de Clint Eastwood. Será sem dúvida um grande filme.

Bom cinema ;)

9 comentários:

Ricardo Peixoto disse...

Então homem? Tu atribuis uma classificação de 7 a filmes como Noivas em Guerra, Hotel para Cães e Histórias para Adormecer, e atribuis essa mesma classificação a filmes como The Wrestler, Valquíria e Vicky Cristina Barcelona? E um 8 á Pantera cor de Rosa?

Ricardo Peixoto disse...

E o Tom Cruise está um pouco melhor que o habitual? Sendo o habitual dele muito bom...
Pois se há filmes em que ele participa menos bem sucedidos, seguramente não é devido a ele, pois faz sempre bem o seu trabalho.
apesar de estar a enlouquecer na vida real...

Pedro Fonseca disse...

Eu atribuo as classificações não só em função da qualidade do filme mas também (e talvez principalmente) do que eu gostei do filme. Sem dúvida que eu saí muito mais satisfeito da sala de cinema depois de ver o Pantera cor-de-rosa do que o The Wrestler, assim como saí da sala muito mais contente depois de ver o Quem Quer Ser Bilionário do que o Valquíria.

Relativamente ao Tom Cruise, não partilhamos da mesma opinião. O Tom Cruise faz quase sempre papel de... Tom Cruise. Não está, de todo, dentro dos melhores actores de hollywood e recentemente o único papel em que me conseguiu satisfazer foi no pequeno papel em "Tropic Thunder".
Falas dos fracos filmes, mas sinceramente tenho gostado mais dos filmes em que ele tem entrado do que propriamente da interpretação dele.

Anónimo disse...

Olha que para mim está de certeza entre os actores mais talentosos de sempre. Aos 47 anos já é uma lenda viva: Top Gun, A cor do Dinheiro, Rain Man, Nascido a 4 de Julho, Uma questão de Honra, A Firma, Entrevista com o Vampiro, Jerry Maguire, De olhos bem Fechados, Magnolia, Relatório Minoritário, o Ultimo Samurai, Colateral, Valquiria, e porque não, Tropic Thunder.
E se o Kubrick não tem morrido havia planos para mais colaborações.

Ricardo peixoto disse...

Fui eu que fiz o comentario anterior. esqueci-me de colocar o nome.
apesar destas observações, não deixo de concordar com a critica que fizeste ao Gran Torino ou ao Slumdog por exemplo, e espero que não leves a mal e continues.

Pedro Fonseca disse...

Ultimo Samurai, Nascido a 4 de Julho e Tropic Thunder devem ser dos únicos filmes que ele fez que tu olhas para o personagem dele e dizes que realmente está ali algo diferente. Os outros, tu vês logo Tom Cruise. Igual a si próprio. Parece o mesmo personagem em todos os filmes. Mas sem dúvida que são todos filmes acima da média.
Na minha opinião um actor não pode ser considerado bom ou mau de acordo com o número de filmes que faz mas sim pelas interpretações que faz. E nesse sentido, Tom Cruise, para mim, deixa muito a desejar.

Quando há criticas construtivas nunca levo a mal. É natural haver diferenças de opinião. E gosto de as discutir.
Obrigado por isso.

Ricardo Peixoto disse...

Gostaria de começar um blog de cinema, mas partilhado com mais 3 ou 4 pessoas de forma a ter actualizações constantes. Teria desta forma também opiniões diversificadas, teria criticas noticias, sugestões ... queria também que focasse o cinema alternativo e independente. Eu sou de Braga também e gostava muito se quisesses iniciar este projecto comigo. Eu tenho alguns amigos que estariam receptivos a contribuir. Estou a resumir isto pois tenho que sair, mas estou a apresentar isto de uma perspectiva bastante séria, ambicionando que esse blog comunitario se torne uma referencia para os amantes de cinema.
Não tenho nenhuma espécie de curso mas sou um consumidor ávido de cinema.
pensa.

Pedro Fonseca disse...

Não me importaria de todo de iniciar um blog, nos moldes que falaste, contigo.
De qualquer forma, como já deves ter reparado, não tenho muito jeito para escrever e, apesar de gostar muito de cinema, vejo-o como entretenimento. Por exemplo, não sou muito adepto de cinema alternativo...
Mas se tu achas que poderia ser uma boa ajuda...

Vai dando notícias e mais pormenores.

Que tal por email?
gpedrofonseca@hotmail.com

Ricardo Peixoto disse...

Não deixarei de o fazer.

ricardo_peixoto_1@hotmail.com

Esta é a minha referencia em blogs portugueses:

http://premiere-portugal.blogspot.com/

e este é o melhor blog de cinema do mundo, os bloguistas da deuxieme (premiere) vão buscar quase todas as noticias lá:

http://www.slashfilm.com/

estes gajos actualizam o blog praticamente de hora em hora.