quinta-feira, novembro 20, 2008

Cinema: semana de 13/11 a 19/11

Esta semana fui ver "Arte de Roubar".

"Arte de Roubar" é um filme português, totalmente falado em inglês. É uma comédia, com alguma acção à mistura, com Ivo Canelas e Enrique Arce nos principais papéis.

Chico e Fuentes são dois amigos que vivem de pequenos roubos, golpes e contos do vigário. Apesar de Chico se considerar um mestre do crime, quase todos os planos engendrados acabam por falhar. Ambos viveram a maior parte da vida nos EUA, Chico é emigrante português e Fuentes é espanhol. Uma vez que já estão "queimados" por terras do Tio Sam decidem vir para a Europa em busca do golpe perfeito. Portugal é o local perfeito devido às raízes lusas de Chico. Já em Portugal e depois de nova tentativa de assalto, fracassada, à praça de touros de uma pequena localidade rural, onde Chico escapa com uma orelha cortada, os dois amigos são contactados por um velho e estranho Mordomo, Augusto, que os contrata para assaltar uma Quinta. Quinta essa que pertence a uma Condessa para quem ele trabalha há mais de trinta e cinco anos. Desta vez o plano parece perfeito - Chico acredita que finalmente vai concretizar o seu maior sonho; dar o último golpe, escrever o seu nome na enciclopédia do crime. Mas o destino tem outros planos.

Interessante a ideia de fazer um filme português em inglês, mais precisamente em americano. Na música há muito que a língua inglesa se faz ouvir e, agora, chegou a altura do cinema. Poderia ter sido uma tentativa falhada mas por acaso resultou e muito bem. Até tivemos oportunidade de assistir a uma coisa muito rara: ouvir uma espanhola a falar americano quase sem sotaque espanhol. O filme tem uma história engraçada e, por vezes, até bastante interessante. Tem piadas bem conseguidas e situações que são cómicas quase despropositadamente. Pudemos mesmo assistir a 2 ou 3 cenas hilariantes. Nota-se logo que estávamos perante um profissional da escrita humorística (João Quadros). As interpretações estão quase todas muito boas, o que prova que a representação em Portugal tem vindo a melhorar, nos últimos anos, significativamente. Ivo Canelas e Soraia Chaves são 2 dos melhores exemplos. Nicolau Breyner, já se sabe, grande actor e mais uma boa interpretação. O filme peca por ser um pouco simples demais, se bem que para um filme destes era arriscado fazer algo de muito complexo. De qualquer forma, tudo muito previsível. Em suma, mais um filme português (embora falado em inglês) de boa qualidade. Penso que este ano já vi mais filmes portugueses que no resto da minha vida, o que é muito bom sinal, no que respeita à qualidade dos mesmos.
Classificação: 7


Hoje estreiam 4 filmes:

  • "O Corpo da Mentira", um thriller com Leonardo DiCaprio e Russell Crowe nos principais papéis.
  • "Menino da Mamã", uma comédia com Jeff Daniels, Anna Faris e Diane Keaton.
  • "Wackness - À Deriva", uma comédia dramática com Ben Kingsley no principal papel.
  • "A Fronteira do Amanhecer", um drama francês.

A estreia da semana vai para o thriller com Leornado DiCaprio e Russell Crowe. 2 grandes actores num, que deve ser, um grande filme.

Bom cinema ;)

1 comentário:

Luís disse...

Tenho mesmo de ver o grande Ivo em acção!