domingo, novembro 19, 2006

"Percepções e Realidade"

Pedro Santana Lopes escreveu um livro, intitulado "Percepções e Realidade", que está à venda desde o dia 14 de Novembro, onde o ex-primeiro-ministro, o ex-presidente da Câmara de Lisboa, o ex-presidente da Câmara da Figueira da Foz e o ex de muitas mulheres deste país, relata os bastidores da sua nomeação, em Julho de 2004, e da queda do seu Governo, a 30 de Novembro.

No livro, Santana Lopes acusa Cavaco Silva de se ter aliado a Jorge Sampaio e a dirigentes do PSD para derrubarem o seu Governo.
Da "frente interna" fariam parte Manuela Ferreira Leite, Marques Mendes, Rui Machete, António Borges e Marcelo Rebelo de Sousa, além de Cavaco Silva, este último com o intuito de subir a Presidente da República, no que seria apoiado por Jorge Sampaio.

Será que ele pensa mesmo isto tudo ou é só uma forma de tentar "tapar" todas as borradas que fez enquanto foi primeiro-ministro? É que francamente... como é que é possível ele não ter noção da qualidade da sua governação???

5 comentários:

Irritadinha disse...

Não sei bem porquê, ams julgo que esse senhor vive num mundo à parte... Deve ser engano meu...

13 disse...

O Santana Lopes é a actual vítima nacional... mas por pouco tempo! No país em que vivemos, depressa passará a ex-vítima nacional!

Alice disse...

Eu não gosto do tal senhor, não me inspira confiança, não me transmite credibilidade...

Mas, aquilo que se passou foi, no mínimo, estranho!

O PS com o Ferro Rodrigues não ia muito longe... espera-se um bocadinho... chega o Sócrates e pronto... Já se podem convocar eleições antecipadas...

Depois... toda a gente (à direita, à esquerda, ao centro) o queria bem longe... Como não tenho os políticos por pessoas de bem, fico logo com a pulga atrás da orelha quando se juntam todos para fazer a cama a alguém...

Pedro Fonseca disse...

"toda a gente (à direita, à esquerda, ao centro) o queria bem longe"

Porque será?
Estava à vista o trabalho por ele feito até então... Até a própria direita não o podia defender, tal óbvio era a sua má governação...

Alice disse...

Pedro,

Se tiver sido só por isso, OK.

Mas desconfio (nem sei de quê, é um facto!)... Eles perdem tempo a defender tudo e todos...

Já sei! Estamos perante o pior português de sempre. Não havia defesa possível! :)