sábado, agosto 25, 2007

Falsa partida

Francis Obikwelu foi desqualificado dos 100 metros dos mundiais de atletismo no Japão. Depois de uma falsa partida de outro concorrente, Obikwelu cometeu a seguir também uma falsa partida e foi afastado dos mundiais, para surpresa de todos.

A questão que eu coloco aqui é a nova regra de desqualificação no atletismo.
Agora, à segunda falsa partida o atleta é desqualificado. Mas não é a segunda falsa partida pessoal. Isto agora é visto de uma forma global. Os atletas têm direito a uma falsa partida. Qualquer um a pode fazer. Qualquer um, desde que seja o primeiro a fazê-la.
Isto parece-me injusto, até porque se pode usar táctica. Um atleta mais forte nas partidas, pode fazer uma falsa partida intencional para depois pôr pressão nos atletas para a segunda partida.

Por um lado, esta nova regra, beneficia os espectadores que não são maçados com constantes falsas partidas. No entanto, por outro lado, não prejudica o primeiro atleta a fazer falsa partida mas apenas o segundo.

Acho que podiam regressar à antiga regra, por uma questão de verdade desportiva.

Assim, os 100 metros, ficaram sem um dos grandes favoritos à medalha de ouro, isto na primeira eliminatória...

1 comentário:

bc23 disse...

Desconhecia esta nova regra... mas está MAL!!!!! Como dizes, e bem, isto pode ser usado como estratégia para alterar o rumo da prova.
Quanto ao público, já sabe ao que vai e as longas esperas são caracteristica deste tipo de provas, que são pouco apelativas para o público no local.
Inventam com cada coisa!