domingo, janeiro 14, 2007

Dakar

Todos os dias ouvimos falar do Dakar com grande entusiasmo.
Tenho alguns amigos que têm como sonho um dia participarem neste grande rally e que não tiram os olhos da televisão sempre que se fala do Dakar. Quando não há novidades na televisão, a internet é a sua mais fiel amiga.

Eu sinceramente não percebo qual a razão de tanto entusiasmo com este rally. Eu realmente gosto muito de conduzir. Ok, eu confesso, eu realmente até gosto de conduzir rápido. Agora rally é mesmo coisa que não me interessa. Interesso-me pelos kartings, do qual até sou praticante, e gosto muito de ver F1 na televisão. Agora o Dakar? Não vejo nenhuma espectacularidade nisso. Não há disputas de lugar, não há ultrapassagens directas, não há emoção.

Será que alguém me consegue explicar o fascínio por esta grande corrida?

3 comentários:

Hugo Batista disse...

É a aventura, o risco, a emoção de chegar primeiro numa prova tão difícil quanto esta. Gosto de saber como vão as coisas no Dakar, mas a minha paixão seria poder, eu mesmo, fazer esse rally. É como se partisse à descoberta de uma nova África, poder explorar o desconhecido e viver uma aventura sem igual.

Pedro Fonseca disse...

"A emoção de chegar primeiro numa prova tão dificil como esta"

Lá está. É uma prova de resistência. Longa resistência...


"...poder explorar o desconhecido e viver uma aventura sem igual."

Mas para viver essa aventura não é necessário um rally...

bc23 disse...

Há quem goste de sofrer um bocadinho... e o resto!
É preciso ser, no mínimo louco!